A filosofia de Herbert Marcuse

Notícia
Notícias
segunda-feira, 19 de junho de 2017

Nascido em 19 de junho de 1898, em Berlim, na Alemanha, Herbert Marcuse foi um dos filósofos e sociólogos de maior destaque do século XX. Marcuse obteve nos anos 1960 uma popularidade para além do meio acadêmico. Participou do Instituto de Pesquisas Sociais, conhecido como “Escola de Frankfurt”, colaborando para o projeto da teoria crítica da sociedade junto com Max Horkheimer e Theodor Adorno.

Partindo das concepções filosóficas distintas de Hannah Arendt e Herbert Marcuse, Maria Ribeiro do Valle, em A violência revolucionária em Hannah Arendt e Herbert Marcuse (192 páginas, de R$ 46 por R$ 32 até 26 de junho) nos oferece amplo subsídio para o aprofundamento da questão sobre o uso da violência para a transformação da sociedade. A autora busca os fundamentos epistemológicos que nortearam as reflexões de Arendt e Marcuse sobre contestação estudantil nos anos 1960 – resgatando, neste percurso, o pensamento de Tocqueville, Hegel e Marx –, e detalha os posicionamentos teóricos e políticos dos dois pensadores. O resultado é um reflexão que, além de colocar a questão social no centro do problema politico, possibilita pensar criticamente o mundo contemporâneo. 

Os estudos sobre Marcuse sofreram uma espécie de “eclipse” nos anos 1980, mas foram retomados no final dos 1990. A organização de uma Sociedade Internacional Herbert marcuse (IHMS) e, 2002 colaborou para agregar pesquisadores e estudiosos de Marcuse e da teoria crítica. O objetivo de O papel da Filosofia na Teoria Crítica de Herbert Marcuse, de Robespierre de Oliveira (download gratuito), não é tanto a mera interpretação teórica da obra de Marcuse, mas sua atualização crítica frente à realidade do tempo presente.No Brasil, desde os anos 2000, houve um aumento no interesse por Marcuse. Este livro inclui-se nesse processo e visa colaborar para o entendimento e a compreensão da teoria crítica marcusiana.Sua intenção é mostrar o caráter filosófico da obra de Marcuse e, ao mesmo tempo, o significado de filosofia pra ele. Percorre-se a questão ontológica, a perspectiva marxista e a influência psicanalítica. 

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp