Clássicos do Catálogo | 'Ao sul do corpo', de Mary Del Priore

Notícia
Notícias
segunda-feira, 3 de agosto de 2020

A seção Clássicos do Catálogo desta semana destaca a obra da autora Mary Del Priore, Ao sul do corpo: condição feminina, maternidades e mentalidades no Brasil Colônia, que ganhou sua segunda edição publicada pela Editora Unesp em 2009. 

Mary Del Priore é especialista em história do Brasil, lecionou sobre o assunto em várias universidades brasileiras, como a Universidade de São Paulo (USP), a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUCRJ), e a Universidade Salgado de Oliveira. É autora de mais de 40 livros de História. Recebeu vários prêmios literários, dentre eles o Jabuti, o Casa Grande & Senzala, o da APCA e o Ars Latina.

Em Ao sul do corpo retrata séculos XVI a XVII, época em que a Igreja e a opinião masculina regem a moral do mundo, enquanto o Brasil vive sua fase de colônia. A autora escolheu este momento histórico para realizar seu estudo sobre o universo feminino, uma época em que a realização feminina estava exclusivamente na maternidade.

Recolhendo e organizando informações esparsas e dispersas, a autora descortina um mundo onde os poderes informais relativos à cultura e à religião afloram simultaneamente, revelando, no cotidiano impreciso da mulher, a sua capacidade de solidariedade e resistência. A obra revela práticas culturais e representações simbólicas em torno da maternidade, do parto, do corpo feminino e do cuidado com os filhos.

Para a autora, a maternidade extrapola a mera biologia, possuindo também um intenso conteúdo sociológico, presente na mentalidade humana há séculos. Por ser parte de um conjunto de saberes femininos, dar à luz diferencia a mulher sexualmente do homem. Mary Del Priore acredita que esta noção de “emancipação biológica” foi o início da emancipação ideológica feminina.  

Confira mais dicas de leitura em nosso Instagram @unespeditora.  

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp
imprensa.editora@unesp.br