Clássicos do Catálogo | Por que os homens vão à guerra, por Bertrand Russell

Notícia
Notícias
segunda-feira, 27 de julho de 2020

A seção Clássicos do Catálogo desta semana destaca a obra de Bertrand Russell, Por que os homens vão à guerra, publicada pela Editora Unesp em 2014.

Por que os homens vão à guerra constitui potente reflexão sobre os elementos que levam o homem a estados de beligerância e os níveis em que isso poderia ou deveria ser evitado, contribuindo decisivamente para a fama de Russell como crítico social e pacifista. “O princípio supremo, tanto na política quanto na vida privada, deveria ser o de promover tudo o que for criativo e, assim, diminuir os impulsos e desejos que giram em torno da posse.”

Russell discute ideias como educação, expansão dos direitos femininos e defesa do divórcio livre. Para ele, se os indivíduos fossem capazes de viver apaixonadamente, talvez pudessem conter os desejos de guerra e matança. A razão ou a repressão excessiva levaria os homens a viver de modo não natural e aumentaria ainda mais o conflito entre eles. 

As investigações do autor geraram inúmeros livros em diversas áreas que lhe renderam vários prêmios, com destaque para o Prêmio Nobel de Literatura, em 1950, "em reconhecimento dos seus variados e significativos escritos, nos quais ele lutou por ideais humanitários e pela liberdade do pensamento". Russell faleceu em 2 de fevereiro de 1970, aos 97 anos.  

Confira mais dicas de leitura em nosso Instagram @unespeditora.  

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp
imprensa.editora@unesp.br