Dia Mundial da Propaganda: homenagem aos comunicadores

Notícia
Notícias
terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Em 4 de dezembro de 1936, em Buenos Aires, Argentina, diversos publicitários e comunicadores se reuniram em um grande evento para discutir as questões que envolvem a profissão. Nesta data foi criado o Dia Panamericano da Propaganda, que na década de 1970, ganhou abrangência internacional e passou a ser conhecido como Dia Mundial da Propaganda. 

Para refletir sobre os temas relacionados com o ato de comunicar, a Editora Unesp oferece 20% de desconto em todos os livros de Comunicação do catálogo. A promoção é válida até 12 de dezembro. Confira aqui.

Confira abaixo alguns títulos:

Cultura e comunicação
Autor: Jean Caune | Páginas: 148 | De R$ 48 por R$ 38,40

Nesta obra, Jean Caune explicita os conceitos construídos pelas ciências humanas e sociais a fim de esclarecer as convergências entre cultura e comunicação. A análise proposta parte do princípio de que se trata de fenômenos imbricados, permanentemente em desenvolvimento, ao mesmo tempo agentes e produtos do homem em sociedade. Isso não quer dizer, no entanto, que devamos entendê-los como manifestações que se descaracterizam uma à outra, sem a preservação de especificidades. 

Mudança estrutural da esfera pública
Autor: Jürgen Habermas | Páginas: 568 | De R$ 88 por R$ 70,40

Jürgen Habermas examina neste livro o “complexo” que segundo ele descansa sob a expressão “esfera pública”. Para ele, pode-se esperar, ao compreender tal conceito e submetê-lo a esclarecimento sociológico, apreender de modo sistemático a própria sociedade. “A esfera pública”, diz o filósofo, “continua a ser um princípio organizador de nossa ordem política”.

A produção social da escrita
Autor: Raymond Williams | Páginas: 368 | De R$ 62 por R$ 49,60

A obra reúne quase duas décadas de reflexões de Williams, coligindo palestras e ensaios realizados entre 1964 e 1983. Seus trabalhos examinam estilos literários e autores específicos: a forma dramática e a linguagem de Racine e Shakespeare; a ficção inglesa em 1848; David Hume, Charles Dickens e a transformação da prosa inglesa. O volume inclui, ainda, ensaios sobre a tradição dos estudos literários em Cambridge e sobre o papel da região e da classe no romance. 

Mercadores de cultura
Autor: John B. Thompson | Páginas: 480 | De R$ 80 por R$ 64

O mercado editorial vive tempos turbulentos. Durante aproximadamente cinco séculos, os métodos e as práticas de publicação de livros permaneceram os mesmos. Porém, na aurora do século XXI, a indústria de livros talvez tenha chegado diante de seus maiores desafios desde Gutenberg. Uma conjunção de pressões econômicas e mudanças tecnológicas vem forçando as editoras a alterar suas práticas e a refletir profundamente sobre o futuro dos livros na era digital.

Ética e poder na sociedade da informação - 3ª edição
Autor: Gilberto Dupas | Páginas: 136 | De R$ 38 por R$ 30,40

Em meio a um acelerado avanço tecnológico, o mundo capitalista se viu às voltas, no final do século XX, com uma variedade de males que acreditava haver erradicado: desemprego, depressões cíclicas, população indigente em meio a um luxo abundante e o Estado em crise. As próprias revoluções tecnológicas nas áreas do átomo, da informação e da genética se desenvolvem num estado de vazio ético no qual as referências tradicionais desaparecem. Um claro paradoxo se instala nas sociedades pós-modernas: ao mesmo tempo que se libertam das amarras dos valores de referência, a demanda por ética e preceitos morais parece crescer indefinidamente. O economista Gilberto Dupas busca, neste livro, em 2ª edição revista e ampliada pelo autor, uma ética para os novos tempos capaz de introduzir o dever onde tudo é poder. E pergunta-se como o Estado poderia recuperar sua condição de efetivo representante da vontade da sociedade civil.

 Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp