Homenagem a Rosa Luxemburgo

Notícia
Notícias
sexta-feira, 2 de março de 2018

Rosa Luxemburgo, nascida em 5 de março de 1871, em Zamosc, região pertencente ao império russo, hoje Polônia, foi uma escritora e ativista política. Foi uma das fundadoras da Liga Espartaquista, movimento de esquerda marxista, que defendia uma política antimilitarista e revolucionária.

Filha de judeus, sofreu perseguição política e emigrou para a Suíça, onde estudou direito e ciência política. Foi autora de extensa obra sobre o capitalismo e as sociedades burguesas. Presa por suas atividades oposicionistas nos anos de 1915 e 1916, após sua última libertação, em 1918, participou da fundação do Partido Comunista Alemão e acabou fuzilada em Berlim, em 15 de janeiro de 1919, devido à insurreição espartaquista.  

Em memória ao nascimento de Rosa Luxemburgo e suas contribuições para a sociologia, história e ciência política, a Editora Unesp destaca o recente lançamento da trilogia Rosa Luxemburgo até 9 de março. Esta coletânea reúne os mais importantes escritos políticos de Rosa Luxemburgo. O primeiro volume abarca a produção entre 1899 e 1914; o segundo vai de 1914 a 1919; e o terceiro reúne correspondências de 1893 a 1919. Saiba mais: 

Rosa Luxemburgo - Vol. 1 - 2ª edição 
Autora: Rosa Luxemburgo, Isabel Loureiro (Org.) | Páginas: 511

O presente volume traz textos associados a duas das principais polêmicas que marcaram a trajetória de Rosa Luxemburgo: a oposição ao revisionismo social-democrata e a crítica à concepção leninista do partido de vanguarda. Ao lado das versões originais de produções clássicas, como “Reforma social ou revolução?” e “Greve de massas, partido e sindicatos”, são acrescentados textos inéditos em português, como “Paralisia e progresso no marxismo” e “Direito de voto das mulheres e luta de classes” – entre outros artigos vertidos do alemão – e “Credo” e “O que queremos?” – traduzidos do polonês.

Rosa Luxemburgo - Vol. 2 - 2ª edição 
Autora: Rosa Luxemburgo, Isabel Loureiro (Org.) | Páginas: 413

O presente volume contém a produção de Rosa a partir de 4 de agosto de 1914, quando a social-democracia alemã abandona o combate ao militarismo e a revolucionária polonesa passa a liderar, com Karl Liebknecht, um pequeno grupo de oposição à guerra. “A crise da social-democracia” retrata esse debate, enquanto “A Revolução Russa” – principal produção política de Rosa – critica e procura compreender o centralismo autoritário dos bolcheviques.O volume difunde, pela primeira vez no Brasil, artigos de Rosa Luxemburgo publicados no jornal Die Rote Fahne dias antes de seu assassinato, acusando o governo social-democrata de Ebert/ Scheidemann de sufocar o processo revolucionário na Alemanha.  

Rosa Luxemburgo - Vol. 3 - 2ª edição
Autora: Rosa Luxemburgo, Isabel Loureiro (Org.) | Páginas: 397

Este volume congrega cartas de Rosa Luxemburgo inéditas em português, traduzidas do alemão e do polonês. As correspondências selecionadas por Isabel Loureiro retratam a diversidade de gostos e talentos da revolucionária polonesa, bem como um interesse apaixonado por tudo que a cerca: política, história, literatura, música, pintura, economia política, botânica, geologia. As cartas questionam o estereótipo da militante comunista sem direito à vida privada, dedicada exclusivamente a forjar um futuro melhor para a humanidade. Essa faceta intimista permite discernir a congruência de suas ideias e de paixões que não recusam a realização individual. Tanto à Rosa dos firmes combates políticos, quanto à sensível protagonista da vida privada, cabe a frase do romancista russo Korolenko, registrada pela própria Rosa: “o
homem é criado para ser feliz como o pássaro para voar”. 

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp