Livros para compreender a história do Brasil

Notícia
Notícias
segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Independência ou Morte, de Pedro Américo de Figueiredo (1888), Museu Paulista da USP

Em 7 de setembro de 1822 foi proclamada a Independência do Brasil. Por ocasião da data, a Editora Unesp oferece 20% de desconto em todos os livros sobre a história do Brasil (exceto os lançamentos). Os livros com desconto estão assinalados com a bandeirola vermelha. A promoção é válida até 12 de setembro ou enquanto durarem os estoques. 

Os livros abordam não somente questões referentes ao processo de independência, mas temas como imigração, proclamação da República, escravidão e ditadura. Clique aqui e confira a lista completa e veja abaixo alguns livros que estão na campanha:

Brasil: história, textos e contextos
Autora: Emília Viotti da Costa | Páginas: 352 | De R$ 64 por 51,20

Esta obra reúne ensaios que cobrem um variado espectro temático que vai da independência do Brasil à crise mundial do século XXI. O material ensaístico é complementado por depoimentos de Emília Viotti da Costa, que, além de iluminar os contextos que subjazem ao conteúdo abordado, inscrevem a própria historiadora como personagem de seu tempo. 

O Brasil como destino 
Autora: Eva Alterman Blay | Páginas: 424 | De R$ 84 por 67,20

Este livro reconstrói para o leitor a história da imigração judaica para São Paulo, retraçando as causas desse processo, seus percalços e motivações, e analisando o propósito que esses imigrantes trouxeram com sua bagagem: o estabelecimento de um vínculo perene com a nova nação. 

A única vida possível
Organizadora: Livia Raponi | Páginas: 256 | De R$ 54 por 43,20

De sua vida multifacetada, um traço maior emerge: a estrada preferida de Stradelli foi sempre a do Atlântico e do Mar Doce infinito da Amazônia. E, nesta, as estradas invisíveis de seus povos escondidos na maior floresta, refratários à civilização ocidental de predadores e genocidas. E ele foi, verdadeiramente, um amigo dos indígenas. Incorporou seus mitos e lendas. E foi incorporado, de igual para igual, pelas narrativas dos povos do rio Uaupés, pela sua memória oral inscrita na voz e incisa nas pedras (itacoatiaras) que ele tão bem soube decifrar.

Em costas negras
Autor: Manolo Florentino| Páginas: 312 | De R$ 60 por 48

Utilizando-se de vasta fonte documental – como listagens dos navios negreiros, testamentos e registros eclesiásticos –, Manolo Florentino propõe uma instigante análise do tráfico de africanos para o Rio de Janeiro dos séculos XVIII e XIX, oferecendo novos elementos para compreender a migração compulsória que, por mais de três séculos, representou uma das bases da formação histórica brasileira.

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp