Para compreender o pensamento de Schopenhauer

Notícia
Notícias
terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Em 22 de fevereiro de 1788 nascia em Danzig, então Reino da Prússia, do Império Alemão, hoje Polônia, Arthur Schopenhauer. O célebre filósofo distinguiu-se ao optar por uma visão pessimista da vida e ao enfatizar a vontade, à custa do intelecto, em seu retrato da constituição mental do homem. Com sua profunda melancolia e entusiasmo sublime, este paradoxal autor cantou com tristeza as misérias da existência humana, mas louvou como ninguém as belezas da música e da arte. 

Por ocasião da passagem de seu aniversário e para proporcionar acesso às suas contribuições, a Editora Unesp oferece 20% desconto nas obras de e sobre o pensador. A promoção é válida até 1° de março. Confira a seleção abaixo: 

O mundo como vontade e como representação - Tomo I - 2ª edição
Autor: Arthur Schopenhauer | Páginas: 696 | De R$ 108,00 por R$ 86,40

Com tradução revisada, o primeiro tomo de O mundo como vontade e como representação é a mais completa edição em língua portuguesa deste grande clássico da filosofia alemã. Imprescindível para o vislumbre do horizonte em que se movem as chamadas filosofias do impulso, com reflexões sobre o irracional e o inconsciente. A crítica do irracional neste tratado também passa pela crítica da razão.  

O mundo como vontade e como representação - Tomo II 
Autor: Arthur Schopenhauer | Páginas: 824 | De R$ 132,00 por R$ 105,60

Em 1844, o autor alemão retorna às mesmas questões metafísicas de sua obra mais conhecida (tomo I), agora mais maduro, expressando-se com mais “liberdade e franqueza” Esses “suplementos”, como o autor os denominava, não constituem tão somente uma revisão madura do texto da juventude, mas uma outra obra escrita desde a mesma estrutura, em que aprofunda a noção de representação: de que toda a existência objetiva das coisas depende do ser que as representa.  

Metafísica do belo
Autor: Arthur Schopenhauer | Páginas: 250 | De R$ 48,00 por R$ 38,40

O conjunto de preleções Schopenhauer aqui reunidos permanece atual não só pela investigação da essência íntima da beleza, mas também pela ressonância em diferentes autores, como Nietzsche, Freud e Machado de Assis. O filósofo eleva a arte a uma categoria suprema e reconhece, na contemplação desinteressada, uma forma de neutralizar momentaneamente o sofrimento existencial.  

Schopenhauer
Autor: Michael Tanner | Páginas: 48 | De R$ 18,00 por R$ 14,40

Profundo e implacável pessimista da filosofia ocidental, Schopenhauer (1788-1860) cantou com tristeza as misérias da existência humana, mas louvou como ninguém as belezas da música e da arte. M. Tanner enfrenta os paradoxos schopenhaurianos e revela a coerência que subjaz a eles, neste tratado que redescobre um dos maiores filósofos da tradição ocidental. 

Infinitude subjetiva e estética
Autor: Jair Barboza | Páginas: 320 | De R$ 55,00 por R$ 44,00

A obra estabelece um confronto direto entre Schelling e Schopenhauer,utilizando-se basicamente dos escritos deste último, a partir de material inédito do Schopenhauer-Archiv de Frankfurt.É apresentado um viés interpretativo que acrescenta Schelling e Fichte à linha Platão-Kant-Schopenhauer, preenchendo uma lacuna de consideráveis implicações. 

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp