Livro

A escrita como exercício da indignação: Ignácio de Loyola Brandão

Bebel que a cidade comeu e Não verás país nenhum

Vera Lúcia Silva Vieira
Imprimir Download Epub

A partir de dois famosos romances do escritor paulista Ignácio de Loyola Brandão (1936) - Bebel que a cidade comeu e Não verás país nenhum - a autora discute o papel da obra literária enquanto discurso político, capaz de não só expressar desejos, opiniões e sensibilidades, mas também transmitir mensagens e modelar comportamentos, sugerir pensamentos e difundir padrões a serem seguidos, além de problematizar a vivência social. Para a autora, os dois romances de Loyola refletem com perfeição a dimensão política da arte literária num momento de repressão e de cerceamento da liberdade, ao mostrarem várias questões que perpassavam o Brasil no período ditatorial, e são importantes menos por seu valor de verdade, mas por desvelar, via forma e enredo, as inquietações, as sensibilidades e as memórias ocultas que as engendraram. Tais obras seriam testemunhas de um passado que elas conservam vivo e pulsante, especialmente por Loyola não investir em um tipo de arte planfletária ou político-pedagógica, mas sim em uma escrita em que a indignação diante da humilhação e da dor se faz bastante presente, o que lhes dá um caráter ao mesmo tempo histórico e atemporal.

  • Assunto: Letras e Linguística
  • Ano: 2014
  • Acabamento: Brochura sem orelhas
  • Páginas: 260
  • Edição: 1
  • ISBN: 9788568334157
  • Peso: 0g
  • Formato: 14X21

Autores

Veja Também