Presenteie com cultura: até 60% de desconto em diversos títulos da Editora Unesp

Notícia
Notícias
quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Presenteie com cultura: até 60% de desconto em diversos títulos da Editora Unesp 

Após quase dois anos de pandemia de Covid-19, as pessoas estão exaustas mentalmente: viver em um mundo pandêmico exige retirar energias que nem sabíamos que possuíamos.

E, claro, para leitoras e leitores de todo o mundo, os livros serviram como apoio, suporte, verdadeiros faróis em meio à tempestade, servindo para aliviar as cargas negativas do mundo e também nos ajudando a compreendê-lo melhor: muitas páginas serviram para garantir que continuemos olhando à frente. 

E os livros serão fundamentais para 2022, cujas sombras do novo coronavírus ainda espreitam pelas esquinas. Por isso, a Editora Unesp preparou uma oportunidade imperdível para que, neste Natal, você possa presentear seus entes queridos com obras que poderão levar alento, cultura e compreensão do mundo em que vivemos. Confira:

60% de desconto em 60 títulos selecionados

No maior desconto já oferecido em 2021, leitoras e leitores têm a oportunidade de adquirir grandes sucessos do catálogo da Editora Unesp até o dia 31 de dezembro de 2021. Veja alguns destaques a seguir e a lista completa aqui.

Coleção Clássicos da Literatura Unesp 

Urupês
Autor: Monteiro Lobato | 164 páginas | De R$ 40 por R$ 16

Urupês é uma coletânea de contos e crônicas do escritor brasileiro Monteiro Lobato, considerada sua obra-prima e publicada originalmente em 1918. Inaugura na literatura brasileira um regionalismo crítico e mais realista do que o praticado anteriormente, durante o romantismo.

Macunaíma
Autor: Mário de Andrade | 188 páginas | De R$ 45 por R$ 18

Em Macunaíma, o herói sem nenhum caráter, Mário de Andrade radicaliza o uso literário da linguagem oral e popular que já havia utilizado em seus livros anteriores e mistura folclore, lendas, mitos e manifestações religiosas de vários recantos do Brasil, como se fizessem parte de uma unidade nacional. Macunaíma, que ora é índio negro ora é branco, até hoje é considerado símbolo do brasileiro em vários sentidos: o do malandro esperto, amoral, que sempre consegue o que quer, e o do povo perdido diante de suas múltiplas identidades. Nas palavras do próprio autor, “Macunaíma vive por si, porém possui um caráter que é justamente o de não ter caráter”.

Oliver Twist
Autor: Charles Dickens | 536 páginas | De R$ 59 por R$ 23,60

A sorte não sorri ao pequeno Oliver Twist. Havendo ficado órfão assim que nasceu, foi criado em um asilo sem receber qualquer carinho. Aos nove anos, já sabe o que é passar fome, sofrer maus tratos e trabalhar de sol a sol em uma fábrica. Decide, pois, fugir para Londres, buscando uma vida um pouco mais fácil. A grande cidade, no entanto, é repleta de perigos e de delinquência. Em mais uma de suas obras inesquecíveis, Dickens, a partir da trajetória do jovem Oliver, denuncia as dificuldades e penúrias que se abatem sobre os pobres de uma sociedade recentemente industrializada, sem, contudo, privar o leitor de notas de humor e esperança.

O falecido Mattia Pascal
Autor: Luigi Pirandello | 262 páginas | De R$ 65 por R$ 26

O Falecido Mattia Pascal é um romance em que Luigi Pirandello explora os mistérios de identidade. Nele se conta a história de um homem que, cansado da sua vida de arquivista e do casamento, decide viajar até Monte Carlo, onde a sorte lhe permite obter no casino uma enorme fortuna. É no regresso a casa que toma conhecimento de que, por engano, foi considerado morto. Decide começar uma nova vida com fortuna e outro nome, pensando assim libertar-se de compromissos e obrigações.

Eugénie Grandet
Autor: Honoré de Balzac | 200 páginas | De R$ 45 por R$ 18

Publicado no fim de 1833, é o primeiro dos grandes livros de Balzac e, de acordo com muitos, também sua obra-prima. É expressivo o modo como Balzac inaugura em Eugénie Grandet a descrição de costumes, atores e espaços da vida provinciana. No centro da narrativa está o avaro Félix Grandet, antigo tanoeiro e ex-prefeito da cidade, que acumula fortuna considerável graças ao dote de casamento e à especulação financeira em tempos de instabilidade econômica, tornando-se uma das pessoas mais ricas e influentes da cidade de Saumur. Já Eugénie, sua filha, recebe visitas frequentes de pretendentes que apenas desejam sua fortuna, até que surge seu primo Charles, um jovem dandy parisiense. Rapaz refinado da capital, ele desperta o interesse da inocente Eugénie. O relacionamento dos dois jovens, entretanto, sofre interdições e percalços que afetam o destino da jovem Grandet.

A relíquia
Autor: Eça de Queirós | 256 páginas | De R$ 50 por R$ 20

Teodorico Raposo vive às expensas da tia beata e avarenta, esperando um dia herdar-lhe a fortuna. Dissimulando devoção religiosa, mas sem abrir mão de prazeres mundanos, ele atende ao pedido de Titi e parte em peregrinação pela Terra Santa em busca uma relíquia sagrada. Compõe-se, em paralelo, um divertido afresco da sociedade portuguesa da época, em uma crítica mordaz à hipocrisia e aos excessos da religião.

Histórias extraordinárias
Autor: Edgar Allan Poe | 264 páginas | De R$ 55 por R$ 22

Nos últimos dois séculos, o nome de Edgar Allan Poe se tornou sinônimo de histórias de mistério, seja o suspense, sejam as narrativas de teor sobrenatural, chegando a flertar com a ficção científica. Altamente inventivo, Poe perscrutou as fronteiras entre a lucidez e a insanidade. Saborosa porta de entrada para a obra do grande mestre da narrativa breve, este livro traz catorze de seus mais célebres textos.

Contos
Autor: Guy de Maupassant | 152 páginas | De R$ 40 por R$ 16

Guy de Maupassant é mais que um contador de histórias para leitura de entretenimento. Em seus contos, encontramos retratada em pinceladas rápidas e precisas a vida burguesa da época, com seus tipos e suas situações descritos em flagrantes certeiros. O retrato não é nada otimista; pelo contrário, pode-se entrever nas narrativas a crítica severa à moral de aparências da sociedade burguesa.

Quincas Borba
Autor: Machado de Assis | 256 páginas | De R$ 48 por R$ 19,20

Quando morre o filósofo louco Quincas Borba, ele deixa ao ingênuo amigo Rubião a totalidade de suas posses, com uma única condição: Rubião deve cuidar de seu cachorro, que também se chama Quincas Borba, e que poderia ter assumido a alma do filósofo morto. Rico, Rubião segue então para o Rio de Janeiro e mergulha em um mundo onde é cada vez mais difícil separar a fantasia da realidade.

Triste fim de Policarpo Quaresma
Autor: Lima Barreto | 248 páginas | De R$ 48 por R$ 19,20

Homem de grande dignidade e valores inquebrantáveis, Policarpo Quaresma é um ufanista convicto, vendo superioridade brasileira em qualquer tipo de comparação que se faça com estrangeiros. Não é raro, porém, que a realidade traia suas utopias mais entranhadas: seu idealismo o faz ser alvo de escárnio e perseguição na sociedade em que vive.

Livros de até R$ 50 (e com desconto!)

Nesta seleção imperdível, clássicos e lançamentos que custam até R$ 50 - e com descontos de 30% a 60% - para você presentear com o melhor da literatura, da história e da filosofia. Confira a lista na íntegra aqui e alguns destaques abaixo: 

A política explicada aos nossos filhos
Autor: Myriam Revault d'Allones | 94 páginas | De R$ 32 por R$ 22,40

Por que precisamos de chefes? Por que obedecemos? Por que as sociedades não têm, todas, o mesmo regime político? Por que desconfiamos tanto da política? Ao abordar essas questões tão atuais, o diálogo presente neste livro procura explicar, de maneira acessível para todos os públicos, os rudimentos da política, mostrando que a democracia, que hoje pode parecer bastante frágil e mesmo decepcionante, precisa ser retomada e inventada constantemente, e que a responsabilidade de mantê-la viva é nossa.

A Revolta da Vacina
Autor: Nicolau Sevcenko | 134 páginas | De R$ 34 por R$ 23,80

Imagine as ruas centrais e alguns bairros da cidade do Rio de Janeiro, então distrito federal, tomados por barricadas e trincheiras, a iluminação pública destruída, uma fúria dirigida a delegacias, repartições públicas e inclusive ao comércio, em busca de armas, querosene e dinamite. Imagine carros tombados, armadilhas e tocaias em becos e casas abandonadas, e a ação policial sem conseguir reprimir a revolta. O governo precisa recorrer, então, às tropas do Exército e da Marinha, aos bombeiros e, por fim, à Guarda Nacional. Neste livro, Nicolau Sevcenko elucida os principais fatores que levaram à Revolta da Vacina, durante a campanha de vacinação contra a varíola ocorrida em 1904, o “último motim urbano clássico do Rio de Janeiro”.

Uma latente filosofia do tempo
Autor: Reinhart Koselleck | 165 páginas | De R$ 46 por R$ 32,20

O historiador Koselleck talvez seja também o mais eminente “filósofo do tempo” do final do século XX: ao historicizar o cronótopo do “tempo histórico”, permitiu-nos olhar o tempo como uma dimensão da existência humana de uma forma nova, elementar e antropológica. "Uma latente filosofia do tempo" apresenta quatro ensaios do autor, um dos mais importantes pensadores alemães da segunda metade do século XX, nos quais ele reflete sobre o papel do indivíduo, de suas experiências e da linguagem na construção da história.

Em costas negras
Autor: Manolo Florentino | 312 páginas | De R$ 69 por R$ 48,30

Em costas negras traz uma grande contribuição para a historiografia brasileira. Resultado de uma pesquisa sobre o tráfico atlântico de escravos, este livro retoma a perspectiva econômica e social para entender os complexos processos históricos brasileiros e atlânticos. Utilizando-se de vasta fonte documental – como listagens dos navios negreiros, testamentos e registros eclesiásticos –, Manolo Florentino propõe uma instigante análise do tráfico de africanos para o Rio de Janeiro dos séculos XVIII e XIX, oferecendo novos elementos para compreender a migração compulsória que, por mais de três séculos, representou uma das bases da formação histórica brasileira.

Máfia, poder e antimáfia
Autor: Wálter Fanganiello Maierovitch | 242 páginas | De R$ 64 por R$ 44,80

Há mais de cem anos, a violência gerada pela ação do crime organizado deixa seu rastro de sangue pelo mundo. A máfia siciliana, a chamada Cosa Nostra, além de expandir seus negócios pelo mundo, fez escola: novas organizações criminosas, algumas delas transnacionais, tomaram corpo durante o século xx. Ousadas, elas aterrorizam regiões inteiras e a cada ano incrementam suas práticas, buscando escapar à vigilância e ampliar seus lucros. Com ramificações em todas as esferas da sociedade, inclusive na política, tornam-se muito difíceis de derrotar. Como fazer frente a esse fenômeno? Fruto de décadas de vivência do autor, que sempre esteve debruçado e atuando sobre o tema, este livro oferece ao leitor um precioso testemunho sobre o universo obscuro do crime organizado, mas também sobre o vigor daqueles que trabalham e se arriscam para enfraquecer e, esperançosamente, derrotar essas organizações.

Visite o site da Livraria Unesp e fique por dentro de todas as promoções!

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora Unesp
imprensa.editora@unesp.br