Clássicos do Catálogo: 'Investigações sobre o entendimento humano e sobre os princípios da moral', de David Hume

Notícia
Notícias
quarta-feira, 21 de julho de 2021

David Hume

Em 1737, aos 26 anos, David Hume finalizou o seu ambicioso Tratado da natureza humana. Eis que, então, o autor resolve reescrever seu trabalho em uma linguagem mais acessível, mantendo o que considerava ser os tópicos essenciais de sua filosofia. Surgem Investigação sobre o entendimento humano e Investigação sobre os princípios da moral, dois títulos que a Editora Unesp relançou no Brasil com nova tradução e em um mesmo volume e que, nesta semana, integra a seção Clássicos do Catálogo. 

Nas Investigações sobre o entendimento humano, Hume utiliza o método experimental estabelecido por Newton nos “Principia” para o seu estudo da natureza humana. Versão abreviada da primeira parte do “Tratado da natureza humana” (“Do Entendimento”), discorre sobre como fundamentar racionalmente toda a atividade humana e estabelece o conceito de que o conhecimento deriva das “idéias e expectativas acerca do comportamento das coisas e sua corroboração pelas impressões que efetivamente recebemos delas”, como explica Almeida Marques na nota de introdução a esta edição. 

Investigações sobre os princípios da moral é considerado pelo próprio autor como o seu melhor texto. Trata-se da aplicação do método empírico newtoniano aos problemas éticos e filosofia moral. Rejeitando um padrão transcendente do que é bom ou mau, procura derivar as “práticas morais”  dos comportamentos e sentimentos que nossas ações suscitam e de suas conseqüências para o ambiente social. 

Estas Investigações – que, ao serem reunidas em um único volume, possibilitam uma melhor apreensão do caráter unitário da filosofia de Hume – são a melhor maneira tanto para aprofundar-se (o próprio autor considerava-as a verdadeira expressão de seu pensamento filosófico), como para iniciar-se neste universo, já que contam com estilo mais direto e a ausência da prolixidade argumentativa.

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp
imprensa.editora@unesp.br